Um itinerário espiritual

Um itinerário espiritual

No dia 11 de junho de 2024, o Pe. Leandro Justino da Silva, sjc, concluiu, com sucesso, um Mestrado em Teologia Espiritual realizado na Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma, Itália.

Durante esses dois anos de estudo ele chegou a conclusão que poderia aprofundar um pouco mais a espiritualidade do Servo de Deus Pe. José Gumercindo e, assim, realizou a sua pesquisa sobre os traços da Espiritualidade do Pe. Gumercindo. O tema, no seu original, se chama: “Tratti della spiritualità del P. Gumercindo: ‘a te si abbandono il misero, dell’orfano tu sei l’aiuto’ (Sal 10,14)”. Falando da sua tese, em um breve resumo, Pe. Leandro assim se expressou:

“Os traços da espiritualidade do Servo de Deus Pe. José Gumercindo é um trabalho de pesquisa que nasce do desejo de conhecer e aprofundar a vida espiritual em desenvolvimento através de uma peregrinação marcada pelo crescimento e a consciência da presença de Deus como um “tu” relacional que acolhe e orienta o homem, segundo a Sua vontade, utilizando meios e instrumentos eficazes para despertá-lo e torná-lo conhecedor dos Seus desígnios que favorecem uma resposta generosa na doação da própria vida através de um apostolado na Igreja.

Religioso, sacerdote e fundador de três Congregações religiosas – Congregação Santa Teresinha do Menino Jesus, Sociedade Joseleitos de Cristo e Congregação Divino Mestre – Pe. José Gumercindo revela uma autêntica vida de serviço a Igreja. Desde a infância Deus falou ao seu coração e o guiou para viver o amor como expressão de caridade. As suas obras fundacionais foram e são resposta ao chamado divino para cultivar vocações com a finalidade de formar, para Igreja, sacerdotes, religiosos e religiosas que trabalhassem pela salvação das almas; educadores e educadoras capazes de catequisar, ensinar e instruir na fé.

O olhar do Pe. Gumercindo era de um educador, o seu coração de um pastor e a sua vida de peregrino em um contínuo movimento entre apostolado e intimidade com Deus. Assim, na presença de Deus, percebeu a necessidade e urgência da educação dos pobres no nordeste do Brasil e entendeu que aquele era o lugar da sua obra de evangelização e procurou realizá-la com a mais pura confiança na Divina Providência deixando-nos, assim, uma herança espiritual e carismática digna de ser conhecida e aprofundada.

O meu desejo, com esta pesquisa, é apresentar alguns traços da espiritualidade gumercindiana, pois acredito que seja de grande importância para a Igreja de hoje falar de uma vida vivida na presença de Deus que se torna apostolado fecundo. A isto, acrescento o desejo que está em nossos corações de filhos e filhas espirituais do Pe. Gumercindo, que é próprio este de compreender e melhor aprofundar a herança espiritual deixada pelo Fundador e assim continuar, com fidelidade, a sua obra. Também sou consciente, que de uma maneira ou de outra, este conhecimento pode favorecer, ao interno da Igreja, o desenvolvimento de uma espiritualidade nas pessoas diretamente envolvidas e sustentadas pela missão das Congregações presentes nas diversas realidades, sobretudo, nossos leigos.

A pesquisa parte da uma pergunta muito simples: quais são os traços essenciais da espiritualidade do Pe. Gumercindo e como esta espiritualidade torna-se um apostolado? Esta pergunta exige o conhecimento da sua pessoa e da sua obra fundacional, do contexto em que viveu e foi formado e da experiência partilhada através dos seus escritos, sobretudo, porque sendo uma pesquisa cientifica, a base são seus escritos no mais original possível.

A pesquisa desenvolve-se em três capítulos nos quais se evidenciam vários elementos da espiritualidade do Pe. José Gumercindo e estão articulados da seguinte maneira:

O primeiro capítulo apresenta alguns elementos do contexto histórico em que nasceu e viveu o Pe. Gumercindo. Parte de um olhar sobre a história mundial, as grandes questões e fatos que marcaram o século XX em um panorama social, cultural e religioso, com atenção especial as repercussões na realidade brasileira. Em seguida, traçamos um perfil do Pe. Gumercindo, considerando fatos importantes da sua vida e educação familiar, sua formação e vida religiosa e sacerdotal na Congregação Salesiana e como Fundador de Congregações religiosas.

O segundo capítulo procura desenvolver e apresentar as fontes e raízes da espiritualidade gumercindiana. A Palavra de Deus como fonte principal na qual evidenciamos três versículos bíblicos que guiaram sua vida espiritual do desejo de viver na presença de Deus à realização de um ideal baseado na caridade fraterna. Os versículos considerados são seus lemas sacerdotais que conhecemos: “Não me lances longe da tua face, Senhor” (cf. Sl 51, 13) e “A ti eu deixei o meu pobre, tu serás a ajuda do órfão” (cf. Sl 10,14) e, acrescentamos a estes, a caridade que “tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta (cf. 1 Cor 13,7). Este acréscimo está fundamentado nas primeiras Constituições escritas pelo Pe. Gumercindo no ano de 1950, nas quais a caridade (1Cor 13,4-7), tem um papel fundamental, chegando quase a ser considerada como um voto religioso. Sucessivamente, neste segundo capítulo, oferecemos elementos da espiritualidade salesiana e de Dom Bosco que são bases para compreender a pessoa e ação de Pe. Gumercindo. Entendemos, também, elencar elementos e traços de outras tradições e correntes espirituais que influenciaram no seu caminho espiritual.

O terceiro capítulo pode ser considerado o mais específico porque, levando em consideração todos os elementos apresentados anteriormente, procura extrair e apresentar os traços característicos da espiritualidade gumercindiana, a saber:  o seu fundamento é a vida na presença de Deus em uma relação de união com a Trindade, possível somente através da caridade; o olhar e a presença materna de Maria aparece como um “chamado” que exige uma resposta fiel a Palavra de Deus através de uma vida de oração, ou melhor, na mesma dinâmica do “sim” de Maria é o “sim” que devemos oferecer a Deus; Neste contexto, os Sacramentos, sobretudo a Eucaristia e a Penitência, são de fundamental importância, porque, sendo base do sistema preventivo de Dom Bosco é, também, base da espiritualidade de Pe. Gumercindo; São José se apresenta como modelo de virtude, de vida interior, de trabalho, de presença silenciosa que ensina a oferecer uma resposta a Deus em atitude de obediência e caridade; Não mesmos importante é a função dos Santos Anjos Custódios e dos Santos que são guias, exemplos e luminares que nos conduzem a Deus fazendo-nos redescobrir o valor de uma vida doada a missão. Assim, viver na presença de Deus exige ser presença e ação para os outros e com os outros na dinâmica da ação-reação-oração.

Enfim, concluímos que a espiritualidade do Pe. Gumercindo é muito prática e simples. Aquilo que chamamos de “traços da espiritualidade” são baseados em três momentos: ação-reação-oração, que constituem um lema de vida e é um verdadeiro itinerário para ser percorrido. Tudo gira em tornos deste tripé que possibilita sustentar a vida do religioso no seu apostolado, mas também a vida de qualquer cristão devoto.

A pesquisa foi escrita em italiano, mas pretendemos em breve, com a graça de Deus, fazer uma tradução para o português tornando-a acessível, sobretudo, aos irmãos e irmãs de carisma”.