Ministério de acolitato do Ir. Jefersson

Ministério de acolitato do Ir. Jefersson

No dia 21 de agosto de 2022, na Igreja Matriz de Santa Teresa D’Ávila, em Salvador-BA, o Ir. José Jefersson recebeu o ministério do acolitato. A celebração foi presidida pelo Diretor Geral da Sociedade Joseleitos de Cristo e concelebrada pelos Padres: Leandro Justino, Wilton Robson e Raimundo Ribeiro. Também contou com a presença do Ir. Rodrigo e uma boa participação dos paroquianos de Santa Teresa.

“O Acólito é instituído para ajudar o Diácono e para servir o Sacerdote. É sua função, portanto, cuidar do serviço do altar; auxiliar o Diácono e o Sacerdote nas ações litúrgicas, sobretudo na celebração da Missa; distribuir, como ministro extraordinário, a Sagrada Comunhão, todas as vezes que os ministros de que se trata no cân. 845 do Código de Direito Canônico faltarem ou não o puderem fazer, por motivo de doença, de idade avançada ou do ministério pastoral, ou todas as vezes que o número dos fiéis que se aproximam da Sagrada Mesa for tão elevado, que possa vir a ocasionar uma demora excessiva da celebração da Missa. Pode ainda ser-lhe mandado, em circunstâncias extraordinárias, que exponha publicamente o Santíssimo Sacramento à adoração dos fiéis, e depois o reponha; não pode, porém, dar a bênção ao povo. Na medida em que for necessário, poderá também cuidar da instrução de outros fiéis que, por um encargo temporário, devam ajudar o sacerdote ou o diácono nas ações litúrgicas, levando o missal, a cruz, as velas, etc., ou exercendo outras funções deste gênero. Desempenhará mais dignamente estes ofícios, se participar na Santíssima Eucaristia, cada vez com uma piedade mais ardente, alimentando-se dela e procurando alcançar um conhecimento da mesma sempre mais profundo.

Destinado de modo particular para o serviço do altar, o Acólito há de procurar conhecer o que diz respeito ao culto divino e compreender o seu significado íntimo e espiritual, de modo que, em cada dia, se ofereça a si próprio totalmente a Deus e, por sua atitude grave e respeitosa, seja para todos exemplo no templo sagrado, amando sinceramente o corpo místico de Cristo ou povo de Deus, sobretudo os fracos e os doentes.” (PAULO VI, MQ n.6).

Desejamos ao irmão Jefersson um Ministério fecundo e que possas perseverar na caminhada rumo ao Sacerdócio.